Hudson se despede do SPFC, admite ‘altos e baixos’ e fala em frustração: ‘Queria um título’

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2020 08h56 - Atualizado em 09/01/2020 09h03
Reprodução/Instagram/HudsonHudson foi emprestado pelo São Paulo ao Fluminense

O meio-campista Hudson utilizou suas redes sociais, na noite da última quarta-feira (8), para se despedir do São Paulo. Emprestado ao Fluminense até o final da temporada, o volante disse ter ficado honrado ao vestir as cores do Tricolor e usar a faixa de capitão, apesar dos seus “altos e baixos”. O jogador, por outro lado, também falou em “frustração” ao não ganhar um título com a camisa da equipe paulista.

“A vida é feita de ciclos, uns terminam para que outros comecem. Sou e serei eternamente grato ao @saopaulofc por tudo no futebol e principalmente na vida. Foi aqui que mais amadureci, que mais cresci como ser humano. Foi o clube que mais tempo fiquei e mais jogos joguei, tive a honra e a responsabilidade de carregar a faixa de capitão por vários jogos, faixa na qual passou nos braços dos maiores ídolos desse grandioso clube”, agradeceu, através do Instagram.

“Tive meus altos e baixos, e queria muito um título, mas infelizmente não veio, o título simbólico do primeiro turno do brasileiro de 2018 acabou sendo frustrante pelo restante do campeonato, o vice campeonato brasileiro em 2014, a libertadores de 2016 e o vice campeonato paulista de 2019, foram gostinhos amargos que não foram fáceis de superar”, continuou.

Hudson também agradeceu ao São Paulo e seus torcedores. Emprestado aos cariocas nesta temporada, o volante poderá voltar ao time do Morumbi no ano que vem, já que tem vínculo com os paulistas até o fim de 2021.

“Quero agradecer a todos que confiaram e torceram por mim durante esse período, saio de cabeça erguida e extremamente honrado por todo esse tempo, foram quase 200 jogos que eu jamais esquecerei. Que 2020 seja um ano melhor pra todos, que Deus abençoe cada um, jogadores, comissão técnica, todo o staff, as pessoas que fazem o clube funcionar, roupeiros, massagistas, departamento médico, diretoria e principalmente torcedores, vocês são a força, são vocês que motivam, que dão energia, porque é a alegria de vocês que faz tudo fazer sentido no futebol”, finalizou.

Hudson foi contratado pelo São Paulo junto ao Botafogo-SP em 2014. Emprestado ao Cruzeiro em 2017, ele retornou ao time paulista na temporada seguinte, mas não conseguiu se firmar como titular desde então.