Kaká lamenta morte de Vadão: ‘Me deu oportunidade para que eu pudesse voar’

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2020 15h50
ReproduçãoKaká e Vadão trabalharam juntos no São Paulo

O ex-meia Kaká lamentou a morte do ex-técnico de futebol Oswaldo Alvarez, o Vadão, aos 63 anos, na tarde desta segunda-feira (25). Através das redes sociais, o melhor jogador do planeta em 2007 agradeceu o técnico responsável por lançá-lo ao time profissional do São Paulo, em 2001.

“Minha eterna gratidão por você ter aberto as portas pra um garoto que ninguém conhecia e poucos acreditavam. Mas você acreditou, me ensinou, me deu oportunidades pra que eu pudesse voar. Hoje o dia é de muita tristeza, mas as lembranças que guardo no meu coração são de muitas alegrias!!! Descanse em paz meu amigo”, escreveu Kaká.

No Tricolor paulista, Vadão foi responsável por conduzir o time ao título do Torneio Rio-São Paulo de 2001, que teve Kaká como a grande atração da competição.

Luis Fabiano, outro jogador que trabalhou com Vadão naquele ano, também prestou suas homenagens ao treinador. “Muito triste, uma perda enorme. Além de grande ser humano, Vadão era excelente profissional. Foi muito importante na minha primeira vinda para o São Paulo. Ele me conhecia da Ponte e foi um dos responsáveis por apostar em mim, ainda novo. Serei eternamente grato”, escreveu o Fabuloso.

O São Paulo, como não poderia ser diferente, também reservou algumas palavras para Vadão, vitima de um câncer de fígado.