Muricy Ramalho deixa TV Globo para retornar ao São Paulo

Tricampeão brasileiro com o Tricolor, o ex-treinador assumirá um cargo na direção do clube paulista em caso de vitória de Julio Casares

  • Por Jovem Pan
  • 07/12/2020 13h57 - Atualizado em 07/12/2020 15h25
Rubens Chiri/Estadão ConteúdoMuricy foi tricampeão brasileiro como técnico do São Paulo

O Grupo Globo anunciou na tarde desta segunda-feira, 7, que o comentarista Muricy Ramalho está interrompendo o seu contrato com a emissora para retornar ao São Paulo. Tricampeão brasileiro com o Tricolor como treinador, ele é o nome indicado para ser coordenador de futebol do clube por Julio Casares, candidato e favorito na eleição à presidência, que acontece no próximo sábado, 12. Muricy será o elo entre a diretoria, comissão técnica e jogadores, incluindo os atletas formados nas categorias de base da agremiação paulista.”Muricy Ramalho vai assumir um cargo na direção do São Paulo caso Julio Casares seja eleito no próximo sábado, dia 12. O ex-técnico já deixou o cargo de comentarista da Globo”, informou a emissora carioca através de nota.

A chapa de Casares considera o nome de Muricy como ideal para a reformulação do time, já que o profissional possui uma mentalidade vencedora. Além de vencer três títulos do Brasileirão com o clube (2006 a 2008), ele ainda tem um Nacional com o Fluminense (2010) e uma Copa Libertadores da América com o Santos (2011). Seu último trabalho em um clube, no entanto, foi no Flamengo, em 2016.

“Eu sempre disse que, ao ganhar a eleição, a primeira ligação que eu faria seria para o Muricy Ramalho. Eu continuo nessa linha, não acertamos nada. Todo trabalho que iremos fazer a partir do resultado do dia 12 é para fortalecer o Fernando Diniz, dar ainda mais condições. Meu sonho é ter o Muricy, farei uma ligação para ele após o pleito, e o trabalho dele será coordenando o futebol. A experiência dele, perto da comissão técnica e diretoria, será muito importante. As notícias não têm essa conotação de verdade, porque ainda estamos para disputar o pleito, com muita seriedade e respeito ao processo democrático. Ele aceitando vai nos ajudar muito na linha de estruturar ainda mais, dar ainda mais forças ao Diniz”, disse Casares, ao Ge.com.

A eleição são-paulina, que tem Casares e Roberto Natel como candidatos, acontecerá no próximo sábado, 12, no estádio do Morumbi, em sistema drive-thru devido à pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. Quem vencer, assumirá o cargo a partir de janeiro de 2021, quando Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, deixará a presidência após cinco anos à frente do clube.