Reservas vão bem, São Paulo vira sobre Águia de Marabá e encaminha classificação na Copa do Brasil

Tricolor venceu o time do Pará por 3 a 1; dois lances que tiveram intervenção do VAR marcaram a partida

  • Por Sarah Américo
  • 02/05/2024 21h49
FERNANDO TORRES/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO juan são paulo Juan jogador do São Paulo comemora seu gol durante partida contra o Águia de Marabá no estádio Mangueirão pelo campeonato Copa Do Brasil 2024

De volta à Belém depois de 12 anos, o atual campeão da Copa do Brasil, o São Paulo, estreou com vitória na competição quinta-feira (2). Dois lances polêmicos marcaram o jogo, a expulsão do jogador de Wander, do Águia de Marabá, ainda do primeiro tempo, e um possível pênalti para o tricolor que o árbitro deu falta de ataque de Michel Araújo. Para a partida desta quinta, Luis Zubeldía deu preferência para o time reserva e poupou os titulares. O São Paulo foi sem dúvidas melhor no jogo, mas precisou virar porque saiu atrás na partida.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan Esportes e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

O primeiro tempo da partida começou com o São Paulo marcando presença na área adversária, mas não era tão decisivo. A melhor oportunidade foi em um lance de Juan, mas o jogador, inacreditavelmente, mandou a bola na trave, mesmo sem goleiro. Até os 31 minutos, tirando esse lance, não teve grande movimentações. As coisas mudaram quando Wander foi expulso após um chute na cara de Patrick. De início, o árbitro deu amarelo, mas, na sequência, o árbitro de vídeo acionou a arbitragem de campo que foi revisar o lance e expulsou o jogador. A marcação gerou polêmicas e um membro da comissão técnica do time paraense também foi expulso.

Mesmo com um a menos, o Águia de Maraba conseguiu abrir o placar. Wender pegou bola de primeira, bateu de esquerda e fez um golaço. O São Paulo não esperou muito e dois minutos depois empatou a partida com Juan, após uma jogada de Erick com Galoppo. O argentino encontrou o centroavante que cabeceou sem chance para o goleiro. 4 minutos depois, o próprio Juan marcou o segundo. O gol parceria replay do primeiro, mas, dessa vez, o autor do cruzamento foi Erick.

O tricolor foi para o intervalo com a vantagem. Já na etapa final, logo no começo, outro lance chamou atenção. Michel Araújo foi derrubado dentro da área. A arbitragem de vídeo chamou o árbitro insinuando um possível pênalti, mas o árbitro entendeu que Michel Araújo tinha feito falta antes de ser derrubado. O São Paulo continuou melhor e chegou ao terceiro gol com Luiz Guilherme, que voltou a jogar após ficar um tempo afastado por causa de lesão. Após um cruzamento de Patrick, a bola se perdeu no meio da área e o jogador aproveitou essa sobra para jogar para o fundo do gol e ampliar a vantagem tricolor. Com o resultado garantido, foi necessário só administrar o jogo. A partida de volta acontece no Morumbi no dia 22 de maio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.