Thiago Silva critica atitude de Messi com Tite: ‘Educação deve vir primeiro’

  • Por Jovem Pan
  • 16/11/2019 11h20
EFE/EPA/AHMED YOSRIO zagueiro brasileiro em lance da partida

O zagueiro Thiago Silva criticou a postura de Lionel Messi na derrota do Brasil para a Argentina nesta sexta-feira (15), em Riad, na Arábia Saudita. Para o capitão da seleção brasileira, o melhor jogador do mundo agiu mal diante do técnico Tite e tentou manipular a arbitragem durante todo o jogo.

A atual campeã da Copa América foi derrotada por 1 a 0 em amistoso contra o rival sul-americano, com o gol único do duelo marcado pelo camisa 10 argentino, que, segundo o próprio treinador brasileiro, teria lhe mandando calar a boca durante a partida. Foi a quinta partida seguida sem vitória da seleção.

“É difícil de entender quando se fala em educação em campo e um dos jogadores mais admirados do mundo faz isso… Eu não faria isso a uma pessoa mais velha, ainda mais um treinador. Por maior que seja a rivalidade, a educação deve vir primeiro”, desabafou o jogador do PSG.

Thiago Silva também não poupou críticas ao árbitro, o neozelandês Matthew Conger. “Ele (Messi) quis mandar o tempo inteiro no jogo. Discutia com o árbitro e o árbitro apenas ria. Devemos deixar de lado a admiração”, disparou.

Irritado, o capitão revelou ainda ter ouvido reclamações de colegas a respeito de maus hábitos de Messi. “Ele sempre procura forçar o árbitro a marcar faltas perigosas, sempre atua dessa maneira. Tenho falado com alguns jogadores que atuam na Espanha e acontece o mesmo, ele busca controlar o jogo e influir nas decisões do árbitro”, disse.

“Na Liga dos Campeões, não há essa vantagem porque os árbitros são mais duros. Não se vê alguém lhes controlando tanto Mas há árbitros que, por admiração, começam a ficar do seu lado Como não tínhamos Neymar do nosso lado, estávamos em desvantagem”, completou.

A delegação brasileira já viajou de volta a Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, onde vinha treinando. A cidade recebe o jogo contra a Coreia do Sul na próxima terça-feira, às 10h30 (horário de Brasília), último amistoso do ano da equipe comandada por Tite.

*Com Estadão Conteúdo