Tite aposta em Flamengo multicampeão para início das Eliminatórias

  • Por Jovem Pan
  • 06/03/2020 13h14 - Atualizado em 06/03/2020 13h18
EFE/EPA/ALI HAIDERFlamengo chegou a disputar o Mundial de Clubes de 2019

A lista da seleção brasileira não tem como maioria nomes de jogadores que atuam no Liverpool, Barcelona ou Real Madrid. Divulgada nesta sexta-feira (6), a relação de Tite conta com três atletas do Flamengo – clube com mais convocados ao lado do Paris Saint-Germain. A explicação é muitos simples: o treinador quer surfar no entrosamento e na boa fase do trio no Rubro-Negro para começar bem as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Essenciais nas conquistas da Libertadores e do Campeonato Brasileiro de 2019, Gabriel Barbosa, Bruno Henrique e Everton Ribeiro começaram a temporada com a mesma pegada. O bom desempenho resultou em mais três troféus (Taça Guanabara, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana), além de um bom início no torneio continental diante do Junior Barranquilla.

Premiado com a convocação para as partidas diante de Bolívia e Peru, marcadas para os próximos dias 26 e 31, respectivamente, o trio flamenguista terá como missão repetir na seleção a performance alcançada no Rio de Janeiro. Tite espera que eles consigam manter a troca de passes com objetividade, a movimentação constante e a letalidade, pontos que não vimos nos últimos amistosos do Brasil.

Em entrevista coletiva na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Tite admitiu que a escolha de Everton Ribeiro, a principal novidade entre os chamados, deve-se ao rendimento atual do meio-campista de 30 anos.

“É essencialmente técnica a escolha desses atleta”, disse Tite. “Todas as etapas são de preparação e existe uma outra que é de desempenho e resultado. Tem pequenas diferenças. Por vezes, dois, três, quatro meses, por ene fatores (fazem com que um jogador fique de fora). Estou falando do Everton especificamente Ele tem um processo criativo como grande marca há muito tempo”, completou.

Durante a conversa com a imprensa, Tite foi questionado algumas vezes sobre o Flamengo ser o “time do momento”. O comandante da “Canarinho”, no entanto, preferiu não se aprofundar no tema.

“O Flamengo está fazendo um trabalho extraordinário, digno de elogios”, exaltou.