Muricy elogia estreia de Pato e garante que não fará nada pensando no Corinthians

  • Por Jovem Pan
  • 13/03/2014 08h25

Muricy Ramalho elogiou Alexandre PatoMuricy Ramalho cumprimenta Alexandre Pato

O São Paulo estreou com vitória na Copa do Brasil, ao vencer o CSA por 1 a 0, mas não eliminou o jogo de volta, marcado para 9 de abril, no Morumbi. Quem também estrou foi Alexandre Pato, que quebrou sua rotina de marcar nos primeiros jogos, mas ganhou elogios de Muricy Ramalho.

“É um jogador diferenciado, como segundo atacante também serve, como fez com Luis [Fabiano]. Falta ritmo, mas é muito inteligente para jogar. Conversei bastante com ele, para ele ficar a vontade, e montei duas linhas, para ele jogar a frente, solto”.

O atacante, que não está liberado para disputar o Paulistão por ter ultrapassado o limite de partidas com a camisa do Corinthians, deve ter ficado feliz com a possibilidade de jogar mais uma vez pela Copa do Brasil, mas o treinador garantiu que nem pensou nele. “O ideal era não ter jogo nenhum, o problema é do Pato. A gente quer ganhar, infelizmente ele tem esse problema de não jogar, mas a gente queria eliminar o jogo, não estava pensando nele não”.

A dúvida sobre quem sairia para a entrada de Pato foi revelada antes do jogo, e surpreendeu alguns. Muricy sacou Ganso, e explicou o motivo: “Ganso é diferente, passou duas bolas, foi diferencial na última partida, e é o titular, mas hoje eu tinha que tirar alguém, e não podia ser os jogadores do lado, porque marcam bem sem a bola. Expliquei a opção para todos no vestiário, e os companheiros abraçaram, porque é assim que funciona o futebol”.

Ele não descartou a possibilidade de formar um time com Pato, Ganso, Luis Fabiano, Pabon e Osvaldo, mas explicou que para isso precisa de tempo para treinamento. Ele também destacou que a partida de volta poderia ser sido evitada se o time estivesse descansado, mais bem preparado.

“Estamos com alguns jogadores no limite, exames tão mostrando isso. Precisamos saber lidar com cansaço dos jogadores. Prejudicou o cansaço, o campo duro. No segundo tempo faltou perna, vem de clássicos, batalha contra o Corinthians”.

Corinthians, aliás, também foi tema de Muricy, afinal o time alvinegro depende de vitória do São Paulo contra o Ituano para continuar sonhando com uma vaga na próxima fase do Paulistão. O treinador, no entanto, enfatizou que não irá pensar nisso.

“A gente não tem nada que ver como o Corinthians, a gente cuida do são Paulo. Vou ver o que é melhor para meu time, se tiver que descansar jogador a gente vai fazer. É importante ganhar domingo, para classificar em primeiro. Futebol é vitória, é confiança, a gente não tá pensando em ninguém”.