Chefe da Ferrari faz comparação entre Charles Leclerc e Michael Schumacher

Mattia Binotto vê o monegasco com características semelhantes com as do hetpacampeão mundial de Fórmula 1

  • Por Jovem Pan
  • 26/01/2021 17h49
Montagem sobre fotos/EFE

Uma semana depois de revelar que a Ferrari não vai conceder privilégios a seus pilotos na temporada 2021 da Fórmula 1, Mattia Binotto, chefe da tradicional equipe italiana, afirmou, nesta terça-feira, que o monegasco Charles Leclerc tem potencial de líder para comandar a um título de pilotos e construtores, que não é conquistado desde 2007, com Kimi Raikkonen. “Penso que Charles é um piloto certamente talentoso; ele é rápido, é capaz de ultrapassar, é fantástico em proteger a posição. Acho que ele tem a mentalidade de que vencer é um objetivo claro para ele e acho que o que o está pressionando em todas as suas ações é que ele sempre tentará vencer”, disse o dirigente, que também considera o espanhol Carlos Sainz, estreante na equipe nesta temporada, muito talentoso.

Binotto comparou Leclerc com o heptacampeão Michael Schumacher, dono de cinco títulos pela Ferrari. “Charles não está lá simplesmente para participar, mas acho que ele está lá para vencer. E quando ele coloca o capacete, ele está na pista como um piloto que o segundo lugar nunca é satisfatório para ele, como não era para Michael. Charles é muito mais jovem do que Michael na época. Ele precisa se desenvolver como líder da equipe porque o sucesso da Ferrari amanhã dependerá também da maneira como ele se comportará como líder. Mas eu acho que enquanto Michael já era um líder, Charles está se desenvolvendo como um líder. Mas ele está se desenvolvendo bem.”

Em 1999, Schumacher quebrou um jejum de 20 anos sem título da Ferrari, além de conquistar outros três campeonatos, além de seis taças entre os construtores. O ano de 2020 foi péssimo para a Ferrari, que terminou o campeonato apenas na sexta colocação, com 131 pontos, atrás de Mercedes (573), Red Bull (319), McLaren (202), Racing Point (195) e Renault (181). Entre os pilotos, Leclerc foi o oitavo (98 pontos) e Vettel apenas o 13º (33 pontos). O britânico Lewis Hamilton conquistou a sétima taça, ao somar 347 pontos. A temporada 2021 da Fórmula 1 terá início em 28 de março, com o GP do Bahrein. A corrida em São Paulo está prevista para 7 de novembro e a última etapa em 12 de dezembro, em Abu Dabi.

*Com informações do Estadão Conteúdo

  • Tags: