Com grande atuação, Del Potro vence Federer e faz semifinal do US Open com Nadal

  • Por Estadão Conteúdo
  • 07/09/2017 10h23
Del Potro encerrou uma série de 18 vitórias consecutivas de Federer em Grand Slams

Não haverá um duelo entre Roger Federer e Rafael Nadal nesta edição do US Open. O adiamento do sempre aguardado confronto se deu após Juan Martin del Potro provocar nova decepção ao astro suíço em Flushing Meadows. O argentino, número 28 do mundo, se impôs diante de Federer, o terceiro colocado no ranking da ATP, no fim da noite de quarta-feira (6) por 7/5, 3/6, 7/6 (10/8) e 6/4 para se garantir nas semifinais do único torneio de Grand Slam que venceu em uma carreira atrapalhada por lesões.

A conquista de Del Potro em 2009 também contou com uma vitória diante de Federer, então na final. Agora, o argentino encerrou uma sequência de 18 vitórias do suíço em torneios do Grand Slam, impedindo que um novo capítulo da rivalidade entre Federer e Nadal ganhasse um novo capítulo, dessa vez no US Open, onde curiosamente nunca se enfrentaram.

Federer havia conquistado neste ano os títulos do Aberto da Austrália e de Wimbledon, elevando o seu recorde de títulos nos torneios do Grand Slam para 19. Mas diante de Del Potro se mostrou errático nos momentos em que poderia ter assumido o controle da partida.

Isso não significa que faltaram momentos de brilho na partida de 2 horas e 51 minutos. Pelo contrário, cada tenista realizou alguns disparos sublimes. Federer teve problemas com seus golpes de direita. Além disso, perdeu o decisivo terceiro set, quando esteve quatro vezes a um ponto de fechá-lo.

Porém, não houve tanto suspense na quarta parcial. Em 2/2, Del Potro aproveitou break point com um golpe cruzado de revés e não cedeu a dianteira. O argentino pareceu não sentir os efeitos da maratona de cinco sets e três horas e meia da partida que disputou nas oitavas de final, quando chegou a estar perdendo por 2 a 0 para o austríaco Dominic Thiem, e nem exibiu qualquer efeito de debilidade pelo resfriado que pegou durante esta edição do US Open.

Em grande atuação, exibiu golpes poderosos e precisos para garantir a sua sexta vitória em 22 duelos com Federer. Agora terá pela frente Nadal, que lidera o confronto direto por 8 a 5. A partida será disputada na sexta-feira (8), assim como a outra semifinal desta edição do US Open, entre o sul-africano Kevin Anderson e o espanhol Pablo Carreño Busta.