Jean Todt diz que vê televisão com Schumacher quando o visita: ‘A luta continua’

Em entrevista, atual presidente da FIA foi questionado sobre o futuro do filho do piloto alemão na Fórmula 1, Mick Schumacher, mas se esquivou da resposta

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2020 14h52 - Atualizado em 01/11/2020 14h52
JONNE RORIZ/Estadão ConteúdoSchumacher sofreu um grave acidente em 2013 enquanto esquiava nos Alpes Franceses

O francês Jean Todt, atual presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) revelou detalhes das visitas que faz ao ex-piloto alemão Michael Schumacher, heptacampeão de Fórmula 1, que sofreu grave acidente em 2013, enquanto esquiava. “Vou vê-lo com frequência e assistimos televisão juntos”, revelou antigo chefe de equipe da Ferrari em entrevista ao jornal holandês “De Telegraaf”. “A luta dele continua, junto com a família e os médicos”, completou.

Desde a queda que o piloto sofreu nos Alpes Franceses, quando sofreu traumatismo craniano devido um choque da cabeça em uma pedra, há poucas informações sobre seu estado de saúde. Com a possibilidade do filho do heptacampeão, Mick, estrear na Fórmula 1, Todt foi questionado se o pai está conseguindo acompanhar a trajetória do jovem, mas se esquivou da resposta. “Não vou falar sobre isso, não quero entrar em detalhes, porque é algo privado”, afirmou o presidente da FIA.

O dirigente francês aproveitou para classificar Mick como um piloto “jovem e com talento”, mas lembrou que grandes sobrenomes não necessariamente terão sucesso imediato nas pistas. “Se estrear na Fórmula 1, ainda não terá um carro vencedor. Precisará de tempo, é muito cedo para saber se tem o mesmo talento do pai, de Max Verstappen ou Lewis Hamilton“, avaliou. Todt é integrante da junta de fundadores da fundação “Keep Fighting”, criada pela mulher de Michael Schumacher, Corinna, a quem elogiou. “O que ela faz é incrível”, destacou.

*Com Agência EFE