NBA aplica multa de R$ 276 mil em jogador do Miami Heat por comentários anti-semita

Meyers Leonard usou termo pejorativo durante uma transmissão de videogame na plataforma Twich

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2021 19h18
ReproduçãoMeyers Leonard, jogador do Miami Heat, fez comentários anti-semita em live de videogame

A NBA anunciou nesta quinta-feira, 11, algumas punições para Meyers Leonard, jogador do Miami Heat, que proferiu comentários anti-semita durante uma sessão de videogame de ‘Call of Duty: Warzone’ transmitida ao vivo na plataforma Twich. De acordo com o TMZ Sports, o atleta recebeu uma multa de 50 mil dólares (R$ 276 mil, na cotação atual) e uma suspensão de uma semana. Meyers também precisará participar de um programa de diversidade cultural. O comissário da NBA, Adam Silver, disse que o comentário do jogador foi “indesculpável e doloroso. Um termo tão ofensivo que não tem lugar na NBA ou em nossa sociedade”.

“Comunicamos a Meyers que comentários depreciativos como este não serão tolerados e que se espera que ele defenda os valores fundamentais da nossa liga – igualdade, tolerância, inclusão e respeito – sempre que seguir em frente”, acrescentou Adam Silver. O treinador do Heat, Erik Spoeltra afirmou em coletiva de imprensa que o jogador está ‘se sentindo mal’ por ter usado o termo K-work e que entende que a palavra é ‘prejudicial e perigosa’. Segundo o The Baltimore Jewish Times, o termo K é usado em calúnias contra judeus.