Rayssa explica ‘segredo’ para encaixar manobra do título em etapa no Mundial de skate street

Para ganhar a etapa nos Estados Unidos, a Fadinha precisou encaixar uma manobra complicada, chamada de flip rockslide de front, em sua última tentativa

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2021 13h53
Reprodução/Instagram/rayssalealsk8/28.08.2021Rayssa Leal ficou em primeiro lugar após se destacar em sua última manobra

Rayssa Leal, medalhista de prata nas Olimpíadas de Tóquio, voltou a fazer história no último sábado, 28, quando ganhou a etapa de Salt Lake City, nos Estados Unidos, pelo Mundial de skate street. Para isso, a Fadinha precisou encaixar uma manobra complicada, chamada de flip rockslide de front, em sua última tentativa. Nesta quinta-feira, 2, ela explicou como conseguiu o feito, que rendeu uma nota 8.5 e raramente é feita por mulheres. “A única coisa que eu fiz foi beber água e chamar toda a galera para torcer, mandar a energia positiva. E na hora que eu desci eu falei: “agora já era, agora eu preciso acertar”. Eu só girei, flipei certinho e desci. Essa foi a hora que eu não acreditei, daí eu corri para o abraço”, disse a jovem, em entrevista ao “Mais Você”, da Rede Globo. “Assim, na última eu já sabia que se eu errasse eu ficava ali em terceiro lugar. E se eu acertasse eu poderia ficar em segundo ou primeiro. Eu precisava de uma nota muito alta, que era 8.3. Muita gente tava até desacreditando, porque era uma nota muito alta”, completou.

Com apenas 13 anos, Rayssa ficou conhecida nacionalmente por ter ficado em segundo lugar na Tóquio-2020. Emocionada, ela falou da importância de representar o Brasil em uma edição dos Jogos. “Eu queria muito, sempre foi meu sonho pode representar bem o país. Eu fiquei com o dever cumprido, de representar todas as meninas do Skate, e de ter trazido essa medalha de prata, de ter sido uma das mais jovens medalhistas olímpicas”, disse a skatista, que irá voltar ao Maranhão para se preparar para a próxima etapada da Liga Mundial de Skate Street, que acontece nos dias 29 e 30 de Outubro, em Miami nos Estados Unidos. “Eu estou muito ansiosa para a próxima etapa. “Eu estou querendo chegar em casa, descansar um pouco, treinar, curtir com a minha família e ver o meu cachorro”, finalizou.