Renan convoca Brasil para Sul-Americano de vôlei sem cinco que disputaram a Tóquio-2020

Dos 14 jogadores chamados pelo treinador, apenas sete fizeram parte do grupo que foi quarto colocado nas Olimpíadas

  • Por Jovem Pan
  • 13/08/2021 15h04 - Atualizado em 13/08/2021 15h05
Reprodução/ Twitter @volleyballworld vôlei masculino A seleção masculina de vôlei ficou na quarta posição nas Olimpíadas de Tóquio

Quarto lugar nas Olimpíadas de Tóquio-2020, a seleção brasileira masculina de vôlei concentra suas atenções, agora, no Sul-Americano, marcado para começar no dia 1º de setembro. Nesta sexta-feira, 13, o técnico Renan Dal Zotto anunciou a lista de convocados para a competição, mas com novidades em relação ao time que disputou os Jogos. Dos 14 jogadores chamados, apenas sete também estiveram no Japão: Bruninho, Cachopa, Alan, Lucarelli, Lucão, Isac e Thales. Completam a seleção Aboubacar, João Rafael, Vaccari, Adriano, Flávio, Cledenilson e Maique.

Cinco jogadores que fizeram parte da campanha na Tóquio-2020 não foram convocados para o Sul-Americano. O oposto Wallace já tinha declarado que os Jogos eram o fim de um ciclo para ele, enquanto o ponteiro Leal tinha uma visita a Cuba programada para regularização de documentos. Quem ficou de fora por opção técnica foi a dupla Maurício Souza e Maurício Borges, enquanto Douglas Santos não foi chamado por focar em sua transferência para a Itália. “Estou em um momento prestes a viver a experiência de morar fora do Brasil pela primeira vez e estou muito feliz com essa oportunidade. Tenho uma série de coisas para organizar e esse é um período que preciso me dedicar a vida pessoal”, declarou. O Brasil faz sua estreia contra o Peru e também encara a Venezuela na fase de grupos. Na outra chave estão Argentina, Chile e Colômbia. A seleção brasileira é a atual campeã sul-americana e conquistou o título em 32 das 34 edições do campeonato.