Carol Santiago faz história, Daniel Dias dá adeus e bocha ganha medalhas: veja o resumo do 8º dia das Paralimpíadas

O país também conseguiu outros feitos importantes, como a prata da nadadora Cecília Araújo nos 50 m livre da classe S8, além de quatro bronzes

  • Por Jovem Pan
  • 01/09/2021 12h09
Reproução/Twitter/@CPBCarol Santiago conquistou sua quinta medalha nas Paralimpíadas de Tóquio

O oitavo dia das Paralimpíadas de Tóquio foi marcado por diferentes emoções. Primeiro, a nadadora Carol Santiago fez história ao levar o ouro nos 100 m peito da classe SB12, para atletas com deficiências visuais. Com o resultado, ela foi ao pódio pela quinta vez no Japão, transformando-se na atleta com mais medalhas em uma só edição de Jogos Paralímpicos. Também nas piscinas, Daniel Dias encerrou sua carreira com um quarto lugar nos 50m livre S5, categoria para atletas com comprometimentos físicos-motores. Ao todo, o fenômeno da natação conquistou 27 medalhas paralímpicas, sendo o maior nome do Brasil no movimento. O país também conseguiu outros feitos importantes, como a prata da nadadora Cecília Araújo nos 50 m livre da classe S8, além de quatro bronzes. Na bocha, José Carlos Chagas da BC1 e Maciel Santos da BC2 terminaram na terceira posição, enquanto o time de tênis de mesa brasileiro foi o terceiro na classe 9-10. Ainda nas piscinas, Talisson Glock bateu em terceiro nos 100 m da S6, a sexta entre as 10 para deficientes funcionais.

O Brasil conquistou outros resultados expressivos em esportes coletivos. No vôlei sentado, o time feminino venceu a Itália por 3 sets a 1 (23/25, 25/17, 25/16 e 25/21) e se classificou às semifinais de forma invicta. Já no goalball, as mulheres brasileiras superaram China, favorita na modalidade, por 1 a 0, em gol de pênalti marcado já na prorrogação. Com o resultado, a equipe feminina encara os Estados Unidos na semi. A delegação brasileira, por sua vez, conseguiu medalhas no atletismo. Já na disputa da carabina de ar 10 m deitado do tiro, Alexandre Galgani ficou com o décimo lugar geral, ao somar 633.9 pontos. Com os resultado, o país termina o dia na sétima posição no quadro de medalhas, com 15 ouros, 12 pratas e 21 bronzes.