Agosto Branco: Tabagismo está associado a 85% dos casos de câncer de pulmão

Cigarro é o grande vilão, mas a OMS aponta que todas as formas de consumo de tabaco são prejudiciais: narguilé, charuto, cigarrilha, fumo enrolado ou cachimbo

  • Por Conteúdo Patrocinado
  • 19/08/2021 15h35 - Atualizado em 27/08/2021 01h27
wirestock - br.freepik.com Brasil registra cerca de 30 mil mortes anuais por câncer de pulmão, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer

O hábito de fumar continua sendo o principal responsável pelo câncer de pulmão. No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), são registradas cerca de 30 mil mortes anuais pela doença, além de 30.200 novos casos (17.760 em homens e 12.440 em mulheres). Somente o tabagismo está associado ao desenvolvimento de 85% dos tumores malignos no pulmão. E o hábito de fumar não se limita ao cigarro. Há novas formas de tabagismo que atraem as pessoas, seja pelo formato, pela novidade ou até mesmo pela falta de informação sobre o seu impacto nocivo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta que todas as formas de consumo de tabaco são prejudiciais: narguilés, charutos, cigarrilhas, tabaco de enrolar, tabaco para cachimbo.

Segundo Luiz Henrique Araújo, médico oncologista, pesquisador do Inca e do Instituto COI (Centro de Oncologia Integrado), parar de fumar mudaria esse cenário. “O câncer de pulmão não existia antes do tabagismo, no início do século 20”, afirma o médico. Ainda de acordo com Araújo, a incidência de novos casos de câncer de pulmão e de mortes também caiu em regiões onde houve queda no tabagismo. Os sinais iniciais nem sempre são associados à doença, como tosse persistente, rouquidão, falta de ar, cansaço e perda de peso. Quando o câncer é identificado em estágio inicial, as perspectivas de tratamento são maiores, com cirurgia, quimioterapia e radioterapia. 

Para conscientizar a população de que essa realidade pode ser modificada, foi criado o Agosto Branco. Neste mês, são intensificadas as divulgações de informações voltadas para prevenção, diagnóstico e tratamento. A Amgen Brasil apoia ações que ampliam o conhecimento sobre o câncer de pulmão. Para saber mais sobre o tema, acompanhe os boletins da empresa no Spotify, Deezer e demais plataformas de áudio. Quem tem a assistente virtual Alexa também pode acessar os conteúdos. Basta dar a voz de comando: “Alexa, Toque Boletim Saúde Jovem Pan”

Ouça a primeira edição do Boletim de Saúde Jovem Pan