Alberto Youssef confirma repasse de R$ 400 mil à cunhada de Vaccari

  • Por Agência Câmara Notícias
  • 11/05/2015 14h34
CURITIBA, PR, 17.04.2015: LAVA-JATO - Marice Corrêa de Lima, cunhada do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, se entregou nesta sexta-feira (17) na Superintendência da Policia Federal em Curitiba (PR). Ela tem mandado de prisão temporária de cinco dias e estava em um congresso no Paraná. (Foto: Paulo Lisboa/Brazil Photo Press/Folhapress)Cunhada de Vaccari se entrega

O doleiro Alberto Youssef confirmou à CPI da Petrobras que entregou R$ 400 mil a Marice Corrêa de Lima, cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. Esse dinheiro, segundo o doleiro, foi pago por ele a pedido da empresa Toshiba. Ele disse, porém, que nunca conversou com Vaccari a respeito disso.

Youssef disse ter sido contratado pela Toshiba para efetuar o pagamento e que esse pagamento foi dividido em duas ocasiões. Na primeira, Youssef pessoalmente entregou o dinheiro à cunhada de Vaccari, no escritório do doleiro, em São Paulo.

A segundo parte, em espécie, teria sido entregue no diretório do PT em São Paulo por um funcionário do doleiro, Rafael Ângulo, e um diretor da Toshiba, chamado Piva.

Segundo Youssef, o dinheiro destinado ao PT somou cerca de R$ 800 mil de um total de R$ 1,4 milhão. A maior parte foi destinada ao PT e o restante para o PP.

A ida de Marice, a cunhada de Vaccari, ao escritório dele, teria sido intermediada por Piva. “Ele me pediu para marcar dia e hora para ela ir lá e que ela iria entrar pela garagem. E assim foi feito”, disse Youssef.

O doleiro negou, porém, informação dada por Paulo Roberto Costa de que o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci teria pedido R$ 2 milhões, “da conta do PP”, para a campanha de Dilma Rousseff em 2010. “Não conheço Palocci e nunca tive contato com nenhum assessor dele. Se alguém operacionalizou esse pagamento, não fui eu”, disse.

Youssef depõe neste momento no auditório do edifício-sede da Justiça Federal em Curitiba.