Alcolumbre vota pela derrubada dos vetos de Bolsonaro à Lei de Abuso

A votação está sendo realizada nesta quarta-feira (24) em sessão no Congresso Nacional, onde senadores e deputados votam juntos

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2019 20h26
Edilson Rodrigues/Agência SenadoDavi Alcolumbre, presidente do Senado, votou pela derrubada dos vetos impostos pelo presidente Jair Bolsonaro à Lei de Abuso de Autoridade

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), votou nesta terça-feira (24) para que todos os vetos do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei do abuso de autoridade sejam derrubados. A votação está sendo realizada em sessão do Congresso Nacional, que reúne a Câmara e o Senado.

O voto de Alcolumbre foi fotografado pelo Estadão, quando o presidente do Senado registrava a cédula com seu posicionamento no plenário da Câmara. Foram pautados 15 vetos presidenciais à lei que pune o abuso de juízes, procuradores e policiais, conhecida com Lei de Abuso de Autoridade. Se o Congresso derrubar os vetos, Bolsonaro – que está em Nova York para os debates da Assembleia Geral da ONU – e o ministro da Justiça Sergio Moro serão derrotados.

A votação desta terça está sendo vista como uma reação ao Supremo Tribunal Federal (STF), que na semana passada autorizou buscas e apreensões em gabinetes e endereços ligados ao líder do governo no Congresso, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), e ao deputado Fernando Filho (DEM-PE).

Os primeiros sinais de que o Congresso está mesmo disposto a derrubar os vetos de Bolsonaro foram dados no fim da manhã desta terça, quando Alcolumbre e outros senadores se reuniram com o presidente do Supremo, Dias Toffoli, para pedir que a Corte anule a decisão do ministro Luís Roberto Barroso, que autorizou a operação de busca e apreensão em gabinetes do Congresso. O Senado entrou com ação neste sentido.

*Com informações do Estadão Conteúdo