ANTT suspende resolução que estabelecia nova tabela de frete para caminhoneiros

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2019 18h01 - Atualizado em 22/07/2019 18h08
Aloisio Maurício/Estadão ConteúdoO motivo foi o descontentamento da categoria com as novas regras

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) revogou nesta segunda-feira (22) a resolução publicada na última quinta (18) que estabeleceu novas regras para o cálculo do piso do frete rodoviário. Ou seja, volta a valer a resolução que estava em vigor anteriormente.

Mais cedo, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, já havia declarado que determinaria a suspensão da resolução. O motivo foi o descontentamento dos caminhoneiros com as novas regras, que passaram a valer no sábado (20). Logo após a publicação, a categoria voltou a falar em uma greve, o que gerou reação imediata do ministério para tentar barrá-la.

As novas medidas, resultado de uma audiência pública feita pela ANTT, definiam, por exemplo, que 11 novas categorias de cargas seriam levadas em consideração para calcular o valor mínimo de transporte dos produtos. Além disso, a fórmula também previa a utilização do coeficiente de carga e descarga do caminhão, os custos com a desvalorização do valor do veículo, a remuneração do caminhoneiro, impostos e a distância percorrida.

Em nota, a agência disse que “reitera o compromisso com todos os envolvidos de manter um diálogo constante, a fim de buscar um consenso no setor de transporte rodoviário de cargas e pretende ampliar o debate sobre a matéria”.