Anvisa autoriza mais um estudo de vacina contra Covid-19 no Brasil

Esse já é o quarto estudo de vacina contra o novo coronavírus autorizado pela Agência no país

  • Por Jovem Pan
  • 18/08/2020 09h25 - Atualizado em 19/08/2020 08h15
Tânia Rêgo/Agência BrasilA autorização veio após análise de estudos não clínicos com a vacina Ad26.COV2.S e outras que utilizam a mesma plataforma Ad26

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária publicou, nesta terça-feira (18), a aprovação para condução de mais um ensaio clínico que estuda uma  potencial vacina contra a Covid-19. Dessa vez, ela é denominada Ad26.COV2.S e foi desenvolvida pela Janssen Pharmaceuticals, do grupo Johnson & Johnson. Dos 60 mil voluntários que vão receber uma dose da vacina ou de placebo, 7 mil deles serão brasileiros. Os estados que vão participar dos testes, são: São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Norte.

O recrutamento de voluntários é de responsabilidade dos centros de pesquisa. O ensaio clínico que foi aprovado nesta manhã é um estudo fase 3, randomizado, duplo cego e controlado por placebo. Ele vai avaliar a eficácia e segurança da vacina em adultos com 18 anos ou mais. De acordo com a Anvisa, essa potencial vacina é composta de um vetor recombinante, não replicante, de adenovírus tipo 26 (Ad26), construído para codificar a proteína S (Spike) do vírus SARS-CoV2.

A autorização veio após análise de estudos não clínicos com a vacina Ad26.COV2.S e outras que utilizam a mesma plataforma Ad26. O estudo das fases 1 e 2 foi iniciado em julho nos EUA e na Bélgica. A fase 3 será conduzida em etapas — e cada etapa só será iniciada se os resultados que estiverem disponíveis no momento forem satisfatórios. Esse já é o quarto estudo de vacina contra a Covid-19 autorizado pela Anvisa no Brasil. A Agência já autorizou o estudo conduzido pela Universidade de Oxford, o do laboratório Sinovac com o Instituto Butantã e dos laboratórios BioNTech e Wyeth/Pfizer.