Anvisa recomenda suspensão definitiva da temporada de cruzeiros

Agência afirmou que a medida é necessária para proteção da saúde da população após o aumento do número de casos de Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 12/01/2022 19h59 - Atualizado em 12/01/2022 20h04
PAULO CARNEIRO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 18/12/2021 Navio de cruzeiro MSC Preziosa ancorado em píer do Rio de Janeiro Anvisa recomendou suspensão definitiva das atividades dos cruzeiros

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou ao Ministério da Saúde e à Casa Civil nesta quarta-feira, 12, a suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no Brasil. O órgão afirmou que a medida é necessária para a proteção da saúde da população. Em 31 de dezembro de 2021, com o aumento de casos de Covid-19 nos navios, a agência recomendou a suspensão temporária das atividades até que houvesse mais dados disponíveis para avaliação do cenário epidemiológico. No entanto, o documento enviado ao Ministério da Saúde conclui que o cenário atual é desfavorável à continuidade das operações dos cruzeiros.

“Desde a recomendação de suspensão temporária, a Anvisa vem avaliando a evolução do cenário epidemiológico do SARS-CoV-2 a bordo dos navios e também no Brasil e no mundo. Observa-se que o cenário tem se tornado ainda mais desafiador tendo em vista, em especial, o aumento vertiginoso do número de casos nas embarcações e no Brasil”, declarou a agência em comunicado. Segundo a Anvisa, até o dia 6 de janeiro foram reportados 1.177 casos positivos de Covid-19 entre tripulantes e passageiros nas cinco embarcações em atividade no país. “A evolução da identificação de casos positivos demonstra um aumento vertiginoso dos casos de Covid-19 a bordo das embarcações nos últimos dias, indicando uma mudança radical do cenário epidemiológico”, declarou.