SP anuncia novo calendário de imunização e deve vacinar todos os adultos até 20 de agosto

Gestão estadual também prevê a imunização dos adolescentes de 12 a 17 anos a partir de 23 de agosto; no calendário anterior, a faixa etária não estava incluída na população alvo

  • Por Jovem Pan
  • 11/07/2021 13h01 - Atualizado em 11/07/2021 15h54
ANDRÉ RIBEIRO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 07/07/2021 Governador de São Paulo faz coletiva para anunciar novo calendário de vacinação

O governo do Estado de São Paulo anunciou neste domingo, 11, o novo calendário de vacinação contra a Covid-19. A meta é que toda a população adulta seja vacinada até o dia 20 de agosto. O cronograma anterior previa que todas as pessoas com mais de 18 anos recebessem pelo menos a primeira dose do imunizante até o dia 15 de setembro. Segundo o governador João Doria (PSDB), a aceleração do calendário só foi possível por causa da chegada de doses extras da CoronaVac. Pelo menos 2,7 milhões de doses já chegaram e vão ser distribuídas para os municípios. Mais 1,2 milhão chegam até o dia 30 de julho. A gestão também prevê a imunização dos adolescentes de 12 a 17 anos a partir de 23 de agosto. A vacinação desse grupo deve ser finalizada em 30 de setembro. No calendário anterior, os menores de 18 anos não estavam inclusos na população alvo para receber a vacina contra a Covid-19. Segundo o governo de SP, a expectativa é vacinar 3,2 milhões de pessoas desse grupo. Até o momento, apenas o imunizante da Pfizer recebeu o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicado nessa faixa etária. As primeiras a serem vacinadas, de 23 de agosto a 5 de setembro, serão as adolescentes gestantes, com deficiência ou comorbidades. “Nós tivemos, com a vacinação, uma redução do número de internações e de mortes. Nessa segunda fase, nos estamos protegendo muito mais jovens, que são aqueles que mais circulam e transmitem o vírus”, afirmou o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn. “É a vacina que salva e que vai garantir a nossa esperança de voltarmos ao nosso novo normal”, completou.

Confira o calendário:

Calendário de vacinação do governo de São Paulo