Após resultado oficial nos EUA, Bolsonaro finalmente cumprimenta Biden

Aceno do presidente brasileiro ao democrata foi feito um dia depois de o colégio eleitoral confirmar a derrota de Trump, um dos principais aliados de Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 15/12/2020 17h36 - Atualizado em 15/12/2020 18h06
GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO - 17/11/2020Presidente foi um dos últimos líderes mundiais a parabenizar Biden.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se manifestou parabenizando o democrata Joe Biden pela vitória na eleição presidencial dos Estados Unidos. O aceno foi feito na tarde desta terça-feira, 15, um dia depois de o colégio eleitoral confirmar a vitória de Biden na corrida pela Casa Branca. Na saudação, que foi publicada pelo Ministério das Relações Exteriores, Bolsonaro parabeniza Biden e diz esperar que os Estados Unidos continuem sendo “a terra dos livres e o lar dos corajosos”. Além disso, o presidente brasileiro diz esperar que os dois governos continuem trabalhando em conjunto.

O presidente foi um dos últimos líderes mundiais a parabenizar Biden pela vitória. Antes de Bolsonaro, Vladimir Putin, presidente da Rússia, e López Obrador, presidente do México, parabenizaram o democrata pela vitória no pleito. Na eleição presidencial, Biden derrotou o republicano Donald Trump, que era um dos principais aliados do chefe de Estado do Brasil na política internacional. Até o momento, o próprio Trump ainda não reconheceu a derrota para Biden, apesar do apelo do democrata.

Confira na íntegra o cumprimento de Bolsonaro a Biden:

O Presidente Jair Bolsonaro transmite a seguinte mensagem ao Presidente-Eleito Joe Biden após o anúncio dos resultados da votação no Colégio Eleitoral dos EUA:

– Saudações ao Presidente Joe Biden, com meus melhores votos e a esperança de que os EUA sigam sendo “a terra dos livres e o lar dos corajosos”.

– Estarei pronto a trabalhar com V. Exa. e dar continuidade à construção de uma aliança Brasil-EUA, na defesa da soberania, da democracia e da liberdade em todo o mundo, assim como na integração econômico-comercial em benefício dos nossos povos.