Após se curar de um linfoma, apóstolo Fernando Guillen morre de Covid-19

O pastor da Igreja Batista da Lagoinha, em Minas Gerais, faleceu por causa de complicações da doença; ele ficou internado por 17 dias

  • Por Jovem Pan
  • 18/02/2021 16h27
Reprodução/InstagramPastor Fernando Guillen, da Igreja Batista da Lagoinha, em Minas Gerais, foi vítima da Covid-19

O pastor Fernando Guillen, da Igreja Batista da Lagoinha, em Minas Gerais, faleceu na madrugada de quarta-feira, 17, em decorrência de complicações da Covid-19. Guillen havia se curado de um linfoma folicular na cabeça em julho de 2020. Em janeiro de 2021, o pastor testou positivo para a Covid-19 e apresentou complicações respiratórias. Ele passou por uma traqueostomia e ficou 18 dias intubado no Centro de Terapia Intensiva (CTI). O apóstolo, de 41 anos, deixa a esposa e uma filha.

O comunicado foi feito em suas redes sociais. “Fernando Guillen descansou! Nosso apóstolo, pai espiritual e general de Deus foi recebido nos céus. Ele levantou-se do leito de sofrimento e enfermidade, foi ao encontro de Jesus, que ficou de pé para recebê-lo, pois sua trajetória na Terra transcendeu”, diz a nota. O sepultamento aconteceu na tarde desta quinta-feira, 18, em Contagem, Minas Gerais.