Auxílio Emergencial: Calendário das parcelas de R$ 300 será divulgado até segunda-feira, garante Onyx

Até o momento, o cronograma está definido apenas para os beneficiários do Bolsa Família, que recebem os recursos seguindo o calendário do programa

  • Por Jovem Pan
  • 23/09/2020 11h51 - Atualizado em 23/09/2020 11h57
Giuliano Gomes/Estadão ConteúdoAuxílio emergencial

O calendário de pagamentos das quatro, e últimas, parcelas do auxílio emergencial expandido será divulgado até a próxima segunda-feira, 28. As informações foram confirmadas pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, durante uma reunião em Palmas, no Tocantis. Até o momento, o cronograma de transferências está definido apenas para os beneficiários do Bolsa Família, que recebem os recursos seguindo o calendário habitual do programa. Nesta quarta, por exemplo,1,6 milhão de pessoas com acesso ao benefício recebem a parcela de R$ 300 do auxílio emergencial, o que representa o sexto pagamento mensal do programa. O cronograma considera o número do NIS dos beneficiários e segue até o dia 30 de setembro.

O anúncio por parte do presidente Jair Bolsonaro sobre a extensão do auxílio emergencial aconteceu em agosto. No entanto, ainda não foi informada a previsão para o início dos pagamentos. Segundo Onyx Lorenzoni, apenas as transferências para beneficiários do Bolsa Família foram mantidas seguindo o calendário habitual porque “14 milhões e 274 mil famílias que são as famílias mais vulneráveis do Brasil”, afirma. A estimativa, segundo o ministro, é que os outros grupos do programa, como microempreendedores individuais, desempregos e trabalhadores informais, comecem a receber a primeira parcela de R$ 300 ainda neste mês. De acordo com ele, a equipe do governo “está trabalhando fortemente para ver se até o final desta semana ou no máximo na segunda” publicar a agenda de pagamentos no Diário Oficial e iniciar as transferências ainda em setembro.