Avião com os corpos de Bruno Pereira e Dom Phillips chega a Brasília

Material será levado para o Instituto Nacional de Criminalística, onde passará por perícia para confirmação das identidades

  • Por Jovem Pan
  • 16/06/2022 19h32
ANTONIO MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO corpos de bruno pereira e dom phillips Restos mortais de jornalista e do indigenista chegam a Brasília no fim da tarde desta quinta-feira

O avião da Polícia Federal (PF) com os “remanescentes humanos”, encontrados durante as buscas pelo jornalista britânico Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira, chegou por volta das 18h30 (horário de Brasília) no Aeroporto de Brasília. O material será levado para o Instituto Nacional de Criminalística, onde passará por perícia para confirmação das identidades. Na noite da última terça-feira, 14, a PF prendeu Amarildo da Costa Pereira, conhecido como Pelado, um dos suspeitos de envolvimento no crime. Segundo a polícia, ele confessou a participação no desaparecimento das vítimas e indicou o local onde os corpos foram enterrados. A confirmação do encontro dos restos mortais veio um dia depois, na noite de quarta-feira, 15. Durante coletiva, a PF informou que o material estava a 3,1 quilômetros de distância de onde foram achados pertences das vítimas. Tanto Dom Phillips quanto Bruno Pereira estavam desaparecidos desde 5 de junho, na região do Vale do Javari, no Amazonas. As investigações seguem para apuração da suposta participação de mais pessoas nos assassinatos. Um segundo suspeito de envolvimento no crime, Oseney da Costa de Oliveira, que é irmão de Pelado, também já foi preso.