Aviões da FAB decolam de Wuhan, na China, com 40 passageiros repatriados

Além do grupo de 34 brasileiros, há ainda 4 poloneses, que estavam em Wuhan e deverão desembarcar na escala na Polônia, uma chinesa e uma indiana, que também desembarcarão na Polônia

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2020 18h05 - Atualizado em 07/02/2020 18h18
FáTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOAviões da FAB devem chegar em Manaus neste sábado (2) com insumos para combate ao coronavírus

As duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram na tarde desta sexta-feira (7) de Wuhan, na província de Hubei, na China, rumo ao Brasil. A decolagem aconteceu por volta das 17h (horário de Brasília) e os aviões devem pousar em Anápolis, Goiás, na madrugada deste domingo (9). A bordo das aeronaves estão 40 passageiros que serão repatriados.

De acordo com o Ministério da Defesa, a previsão é que o voo dure 26 horas, desconsiderando as escalas. Os 34 brasileiros que moravam em Wuhan, os tripulantes da aeronave e a equipe médica que acompanhará os brasileiros devem permanecer em quarentena de 18 dias na Base Aérea de Anápolis, que já está equipada para recebê-los.

Além do grupo de brasileiros, há ainda 4 poloneses, que estavam em Wuhan e deverão desembarcar na escala na Polônia, uma chinesa e uma indiana, que também desembarcarão na Polônia.

A Operação Regresso à Pátria Amada Brasil tem plano de voo de volta ao Brasil com escala em Varsóvia, na Polônia, seguido de Las Palmas, na Espanha, e em seguida, Anápolis, em Goiás.

A província de Hubei é o epicentro do surto do novo coronavírus e os brasileiros que moravam no local solicitaram a repatriação por meio de vídeo postado nas redes sociais no último sábado. No mesmo dia, após a divulgação do vídeo, o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Defesa divulgaram nota conjunta informando que realizariam a repatriação de todos os cidadãos brasileiros que manifestassem vontade de voltar ao país.

Veja o momento da preparação para decolagem: