Banco do Povo de SP disponibiliza mais de 70 mi para microempresas

Já tinham disponibilizados R$ 650 milhões aos menores juros do mercado e com carência estendida

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2020 13h17 - Atualizado em 10/08/2020 13h42
nattanan23/PixabayO valor adicional será oferecido em duas linhas de crédito -- uma para informais e produtores sem CNPJ e outra para MEIs e produtores com CNPJ

O Banco do Povo disponibilizou mais de R$ 70 milhões para o atendimento de microempresas, produtores rurais e trabalhadores informais. Já são, no total, R$ 720 milhões em oferta de crédito. Apenas na pandemia, quase 12 mil empreendedores foram beneficiados com a ação. O valor adicional será oferecido em duas linhas de crédito — uma para informais e produtores sem CNPJ e outra para MEIs e produtores com CNPJ. O Desenvolve SP e o Banco do Povo já tinham disponibilizados R$ 650 milhões aos menores juros do mercado e com carência estendida — com reposição das linhas para comércio, bares e restaurantes, salão de beleza e eventos. No Estado, mais de 21 mil empresas foram abertas em julho de 2020.

Comitê Empresarial soma R$ 1 bi arrecadado

O Comitê Empresarial Solidário ultrapassou nesta segunda R$1 bilhão em doações da iniciativa privada para combater o coronavírus e aumentar o campo de proteção social no Estado de São Paulo. De acordo com o governador João Doria, o número é uma marca histórica no maior programa de doações solidarias já feito até o momento. Os valores são auditados pela PWC. Ainda segundo Doria, o montante foi atingido com  12 doações — que, juntas, somaram R$ 108 milhões. Ele agradeceu a esposa, Bia Doria, as secretárias Patrícia Ellen e Célia Parnes e Regina Estevez, presidente da Comunitas. O Grupo Empresarial Solidário São Paulo é composto por 450 integrantes e teve, até o momento, 251 doadores com foco na saúde, educação e proteção social.

PIB +30

Também foi anunciado nesta segunda que a Fundação SEADE criou o PIB +30 para auxiliar o plano de recuperação econômica do Estado. A ideia da criação surgiu a partir da necessidade de monitorar rapidamente as oscilações econômicas provocadas pela pandemia. O PIB +30 é uma ferramenta de gestão inovadora que analisa estatísticas e é superior às análises de PIB conhecidas até agora. A medida coloca São Paulo no mesmo patamar dos EUA e da França em relação as ferramentas de análise de evolução da economia. João Doria garantiu que o mecanismo será parte fundamental no processo de recuperação econômica do Estado, que contará com atuação do secretário da Fazenda, Henrique Meirelles.

Atualização dos números da Covid-19

O Estado de São Paulo tem nesta segunda-feira 628.415 casos confirmados da Covid-19 e 25.121 mortos. A taxa de ocupação da UTI está em 59,1% no Estado e 57,6% na Grande São Paulo. Entre os internados, 5.427 estão em UTI e 7.086 em enfermaria — entre casos confirmados e suspeitos. O Estado registrou um aumento no número de óbitos em 5% — 86 a mais — em relação a última semana epidemiológica.