Bolsonaro chama Lula de ‘canalha’: ‘Está livre, mas carregado de culpa’

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2019 09h13
Alan Santos/PRPresidente pediu que apoiadores não deem "munição" ao petista

Após ficar em silêncio nesta sexta-feira (8), dia da soltura do ex-presidente Lula, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se pronunciou, neste sábado (9), sobre o caso. Em uma publicação nas redes sociais, Bolsonaro chamou o petista de “canalha” e disse que ele está “momentaneamente livre, mas carregado de culpa”.

“Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, escreveu, em sua conta do Twitter.

O presidente pediu, ainda, que seus apoiadores não deem “munição” a Lula, pedindo para que a soltura não ganhe visibilidade. Ele ressaltou, também, que o Brasil está em uma “nova fase”, de “recuperação”. “Iniciamos a poucos meses a nova fase de recuperação do Brasil e não é um processo rápido, mas avançamos com fatos.”

“Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, escreveu, mais uma vez.