Bolsonaro confirma Onyx na Cidadania e Braga Netto na Casa Civil

  • Por Jovem Pan
  • 13/02/2020 16h58 - Atualizado em 14/02/2020 09h10
Fátima Meira/Estadão ConteúdoA situação de Onyx se complicou após as demissões que ocorreram na Casa Civil

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, nesta quinta-feira (13), as mudanças ministeriais no governo. Pelas redes sociais, ele afirmou que o Ministério da Cidadania será comandado pelo deputado federal Onyx Lorenzoni. Osmar Terra, que antes ocupava o cargo, “vai continuar o seu trabalho e dedicação na Câmara dos Deputados”, escreveu o presidente.

Já a Casa Civil, chefiada por Onyx até o momento, ficará a cargo do general Walter Souza Braga Netto, que já era apontado como o possível sucessor. O militar ocupou cargos de comando na hierarquia do Exército e atuou como interventor militar na segurança pública do Rio de Janeiro em 2018.

A transmissão dos cargos será na próxima terça-feira (18), às 15h, no Palácio do Planalto.

Conflitos

A situação de Onyx na pasta se complicou após as demissões que ocorreram na Casa Civil. Vicente Santini, da Assessoria Especial de Relacionamento Externo, foi exonerado na mesma semana que Fernando Moura, da Secretaria Executiva.

Em meio ao desgaste, cresceram os boatos de que ele sairia da Casa Civil, que vinha sido desidratada desde o ano passado. Onyx já havia perdido a coordenação política de governo para o ministro da Secretaria de Governo, Eduardo Ramos, e também a Secretaria de Assuntos Jurídicos para o ministro da Secretaria Geral, Jorge Oliveira.