Bolsonaro trata crise no PSL com Aras e ex-deputado Alberto Fraga

A crise no PSL foi um dos temas tratados na conversa no Palácio do Planalto. O presidente parte, na noite deste sábado (19), para uma viagem de 10 dias pelo Leste da Ásia e Oriente Médio

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2019 14h03
ESTADÃO CONTEÚDOO presidente Jair Bolsonaro recebeu, durante a manhã deste sábado (19), o procurador-geral Augusto Aras e o ex-deputado Alberto Fraga para falar sobre a crise no PSL

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu na manhã deste sábado (19) no Palácio da Alvorada, o procurador-geral da República, Augusto Aras, e o ex-deputado federal Alberto Fraga, amigo do presidente.

Segundo Fraga, a visita foi uma cortesia, pois Bolsonaro partirá na noite deste sábado para a sua mais longa viagem internacional, mas a implosão do PSL entrou em pauta. “Claro que o assunto surge”, disse o ex-deputado.

A reunião não estava prevista na agenda oficial do presidente. Bolsonaro não teria indicado se deixa o partido, disse Fraga. O ex-deputado afirmou ter dado conselhos ao presidente. “É preciso ter calma e amenizar os ânimos”, declarou.

Ainda segundo o ex-deputado, Aras não fez comentários sobre a crise no PSL. “Não caberia ao procurador se envolver neste assunto”, disse.

Bolsonaro também não teria tratado da situação de seu “filho 03”, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que perdeu a disputa nesta semana para assumir a liderança do PSL na Câmara.

Além disso, sem apoio para aprovação no Senado, está suspensa a indicação de Eduardo a embaixador do Brasil nos Estados Unidos. “Sobre a Embaixada, quem vai decidir é o próprio Eduardo”, disse Fraga.

Amigo de Bolsonaro, o ex-deputado apresentou Aras ao presidente antes da escolha para sucessão na PGR. Neste sábado, o procurador-geral da República chegou ao Palácio em carro pilotado por Fraga.

Bolsonaro não deixou o Alvorada até o final da manhã deste sábado. É costume do presidente ir até a portaria de sua residência oficial para tirar selfies com fãs.

Segundo Fraga, há uma festa de aniversário dentro do Palácio para a filha mais nova de Bolsonaro, Laura, que completou 9 anos nesta semana.

*Com informações do Estadão Conteúdo