Brasil começa a adotar medidas preventivas ao coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2020 14h35
EFE/EPA/FACUNDO ARRIZABALAGAA doença já causou ao menos 17 mortes na China

O governo federal já notificou a área de portos, aeroportos e fronteiras da Agência Nacional de Vigilâncias Sanitária (Anvisa) para as medidas de prevenção à entrada do coronavírus no País. A doença já causou mortes na China. Já foi confirmado também o primeiro caso nos Estados Unidos.

A área de Vigilância Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde também foram notificadas para seguir as medidas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O ministério informou, em nota, que está monitorando a situação e, assim que houver definição da situação de emergência pela OMS, a pasta passará novas orientações.

Conforme a pasta, são recomendadas cautelas para se evitar medidas restritivas e desproporcionais em relação aos riscos para a saúde e trânsito de pessoas, bens e mercadorias. A nota acentua que, até o momento, não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil de pneumonia indeterminada relacionado ao evento da China.

“A pasta tem realizado monitoramento diário da situação junto à Organização Mundial da Saúde (OMS), que acompanha o assunto desde as primeiras notificações de casos, em 31 de dezembro de 2019”, declarou o ministério. “As informações disponíveis até o momento são limitadas para determinar risco geral de surto relacionado à doença. Os casos estão restritos a trabalhadores ou visitantes de um mercado atacadista de peixes e animais vivos na cidade Wuhan, na China.”

*Com Estadão Conteúdo