Brasil recebe primeiro lote de vacinas da Janssen com 1,5 milhão de doses

Inicialmente, previsão do Ministério da Saúde era que três milhões de doses do imunizante contra a Covid-19 fossem entregues ao país na semana passada

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2021 09h36 - Atualizado em 22/06/2021 09h40
KEVIN DAVID/A7 PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPrincipal diferença do imunizante frente às vacinas de Oxford, Pfizer e da CoronaVac, já em aplicação no país, é a dosagem única

O primeiro lote de imunizantes da vacina da Janssen contra a Covid-19 chegou nesta terça-feira, 22, ao Brasil. Inicialmente, a expectativa do Ministério da Saúde era que cerca de 3 milhões de doses fossem entregues na semana passada. No entanto, apenas 1,5 milhão de unidades dos 38 milhões adquiridos pelo governo federal desembarcaram no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na manhã desta terça. A principal diferença do imunizante frente às vacinas de Oxford, Pfizer e da CoronaVac, já em aplicação no país, é a dosagem única. A chega do lote vindo dos Estados Unidos foi acompanhada pelo presidente da Janssen no Brasil, Roy Benchimol, e pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que aproveitou para agradecer à empresa pela antecipação da entrega e reafirmar o compromisso de imunizar todos os brasileiros com mais de 18 anos até setembro.

“Lembramos que já atingimos a meta de 40% a população brasileira acima de 18 anos, isso corresponde a 160 milhões de brasileiros imunizados com a 1ª dose e a certeza que em setembro teremos temos a população acima de 18 anos imunizada com a 1ª dose da vacina contra a Covid-19. É a esperança de por fim ao caráter pandêmico dessa doença”, afirmou durante a entrega, ressaltando que já foram distribuídas cerca de 123 milhões de doses de vacinas aos Estados e municípios. “Vamos avançar, vamos trabalhar em parceria para que conseguimos vencer essa dif sanitária que afeta a nossa sociedade. Mais de 1,5 milhão de doses de esperança para o povo brasileiro”finalizou.