Brasil registra 53 mil casos e 770 novas mortes por Covid-19

Segundo o CONASS, Brasil vive quarta semana de aumento no número de casos e terceira de crescimento na quantidade de mortes diárias causadas pela doença

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2020 18h20
FERNANDA LUZ/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDONúmeros foram divulgados em meio à expectativas sobre os planos de vacinação contra a doença.

O Brasil registrou 53.347 novos casos e 770 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Com isso, o total de infectados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia é de 6.781.799 enquanto que o total de vítimas fatais chega a 179.765, se aproximando da marca de 180 mil óbitos causados pela doença. Os dados foram divulgados em um momento de alta no número de internações, casos e mortes causadas pela doença em diversos estados do Brasil. A atualização foi feita através de um boletim publicado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) às 18h desta quinta-feira, 10. Segundo as informações disponibilizadas pelo órgão, o Brasil vive a quarta semana consecutiva de aumento no número de casos e a terceira de alta no número de mortes.

A taxa de letalidade da doença se manteve estável em 2,7%, enquanto que a taxa de mortalidade voltou a subir, atingindo o patamar de 85,5 a cada 100 mil habitantes. Por sua vez, a taxa de incidência a cada 100 mil habitantes também aumentou, e chegou a 3.227,2. A atualização também foi feita em um momento de expectativa sobre o início da vacinação. O estado de São Paulo, que é o mais atingido pela pandemia, anunciou que pretende iniciar a imunização da população com a Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, no dia 25 de janeiro. O governo federal estipulou que deverá começar a imunizar as pessoas apenas em março. Ainda nesta quinta, a Anvisa liberou o registro de vacinas contra a Covid-19 para uso emergencial, dizendo que, até o momento, nenhum registro foi solicitado.