Campos responde críticas de Dilma e diz que é preciso ter “humildade” para governar o país

  • Por Jovem Pan
  • 16/02/2014 07h46
BRASÍLIA,DF,05.10.2013:MARINA SILVA SE FILIA AO PSB/COLETIVA/BRASÍLIA - A ex senadora Marina Silva confirma sua filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), acompanhada pela presidente nacional do PSB, Eduardo Campos em Brasília (DF), neste sábado (05). (Foto: Pedro França/Futura Press/Folhapress) Folhapress Eduardo Campos

O governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), já assumido candidato à presidência da república, reuniu-se com membros de seu partido em Brasília. Em clima de pré-campanha, ele usou seu discurso para defender o corte pela metade no número de ministérios do país e ainda responder as críticas de Dilma Roussef, que havia chamado de “cara de pau” aqueles que dizem que o “ciclo do PT” acabou. 

Para Campos, é preciso ter “serenidade” e “humildade” para ouvir as demandas da população e conseguir pensar no futuro do país. 

Foi anunciado, recentemente, que o PSB contará com o apoio do PPS para disputar a presidência – união que o PSDB, de Aécio Neves, estava tentando evitar, já que também disputava o apoio do partido.