Relator da Previdência no Senado afirma que capitalização deve ficar fora

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2019 15h28
Marcelo Camargo/Agência BrasilPara Jereissati, a discussão sobre a capitalização não é urgente, e pode ocorrer após a conclusão da reforma

De acordo com o relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), o modelo de capitalização deve ficar fora da proposta que será apreciada na Casa nas próximas semanas. Segundo ele, o tema foi “demonizado” na Câmara e pode contaminar algumas discussões, como a inclusão de estados e municípios.

“Eu pessoalmente sou favorável à capitalização dentro de um modelo mais elaborado. No entanto, acho que neste momento não é propício a discussão porque de alguma maneira ela já foi demonizada dentro de alguns círculos e na Câmara”, declarou.

Para Jereissati, a discussão sobre a capitalização não é urgente, e pode ocorrer após a conclusão da reforma.

Cronograma de tramitação

Nesta quarta-feira (14), ela começou a tramitar no Senado. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa aprovou todos os requerimentos de solicitação de audiências públicas com objetivo de debater a proposta.

Como a lista de convidados proposta pelos blocos parlamentares é extensa, líderes concordaram em se reunir com a presidente do colegiado, Simone Tebet (MDB-MS), para enxugá-la.

Inicialmente, a ideia é que em todos os dias da próxima semana — com exceção de quarta-feira (21), quando a CCJ tem sessão deliberativa — sejam realizados debates. Tebet, no entanto, não descartou que, em último caso, a reunião ordinária deliberativa dê lugar a mais uma audiência, conforme a necessidade.

* Com informações do Estadão Conteúdo