Cartaz do AI-5 é encontrado na casa onde Queiroz foi preso

Bonecos do personagem Tony Montana, do filme Scarface, estavam ao lado do cartaz. A casa onde Queiroz foi preso pertence ao advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef

  • Por Jovem Pan
  • 18/06/2020 15h05 - Atualizado em 18/06/2020 15h11
Reprodução / Polícia CivilCartaz com menção ao AI-5 é encontrado na casa onde Fabrício Queiroz foi preso nesta manhã

Um cartaz com os dizeres “AI-5”, o Ato Institucional que endureceu a ditadura militar no Brasil, foi encontrado na casa onde o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, foi preso na manhã desta quinta-feira (18). A informação é do portal G1.

O cartaz estava em cima de lareira ao lado de bonecos do personagem mafioso Tony Montana, interpretado por Al Pacino, no filme Scarfase, de 1983. Os bonecos, vestidos de preto e branco, carregavam armas.

O AI-5 foi assinado em 1968, é o quinto ato dos 17 assinados ao longo do período da ditadura, e provocou o fechamento do Congresso e a retirada das garantias constitucionais do cidadão.

Segundo um policial que participou do momento da prisão de Queiroz, o cartaz era usado como “enfeite”. Queiroz foi preso nas primeiras horas desta quinta em Atibaia, interior de São Paulo, pela Polícia Civil no âmbito da Operação Anjo.

Ele é investigado desde 2018 no esquema de “rachadinhas” no gabinete de Flávio Bolsonaro, na Alerj. A casa que o ex-asssessor estava pertence ao advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, que negava saber do paradeiro de Queiroz.