Ciclovia da Marginal Pinheiros será reaberta na segunda-feira

O governo estadual também anunciou que a região de Registro regrediu no Plano São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 31/07/2020 13h19 - Atualizado em 31/07/2020 13h28
Ronaldo Silva - Estadão ConteúdoA ciclovia vai funcionar de segunda à domingo e, na Estação Vila Olímpia da CPTM, estarão disponíveis banheiros feminino, masculino e adaptado

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (31) que a ciclovia da Marginal Pinheiros será reaberta na próxima segunda-feira (3) tanto para os que a utilizam para mobilidade quanto para lazer. De acordo com o governador João Doria, a via está totalmente modernizada e revitalizada ao longos de seus quase 22 quilômetros — além da segurança ter sido reforçada por agentes e câmeras de segurança. A ciclovia vai funcionar de segunda à domingo e, na Estação Vila Olímpia da CPTM, estarão disponíveis banheiros feminino, masculino e adaptado para pessoas portadoras de deficiência.

Doria reforçou que as obras não utilizaram investimento público — foram fruto de um contrato de 36 meses com o banco Santander e a Sabesp, empresas que também serão responsáveis pela sua manutenção. O secretário estadual de Transportes, Alexandre Baldy, disse que o espaço foi revestido com novo asfalto, as lombadas foram retiradas com a intenção de ser mais inclusiva e os bicicletários foram pintados. Outras melhorias serão implementadas ao longo dos meses, como a questão da iluminação noturna.

O governador João Doria também afirmou que, a partir de segunda-feira, os agentes do Metrô de São Paulo vão utilizar as body cams assim como a Polícia Militar do Estado. De início, serão 350 câmeras para os profissionais de oito estações — mas a intenção é de que, até o dia 30 de outubro, o equipamento já seja acoplado no uniforme de 1.200 agentes. Segundo o governador, as câmeras aumentas a transparência e melhoram a qualidade da segurança no transporte.

Registro volta para Fase 1 – Vermelha

O governo anunciou nesta sexta que a região de Registro regrediu no Plano São Paulo da Fase 3 – Amarela para a Fase 1 – Vermelha. Foi a única atualização da última semana. João Doria reforçou que 10 novos leitos de UTI foram destinados ao Vale do Ribeira, assim como equipamentos e outras necessidades da região. “O Plano São Paulo foi feito para avançar sempre que possível, mas retroceder sempre que necessário”, completou. O Estado de São Paulo tem nesta sexta-feira (31) 542.304 casos confirmados de Covid-19 e 22.997 óbitos. A taxa de ocupação das UTIs está em 64% no Estado e em 62,1% na Grande São Paulo. Quanto ao número de internados, 5.509 estão em UTI e 7.765 estão em leitos de enfermaria.

Novas classificações

Fase 1 – Vermelha: Franca, Piracicaba, Registro e Ribeirão Preto
Fase 2 – Laranja: Araçatuba, Barretos, Bauru, Campinas, Marília, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba, Tatuapé e GSP Norte (Franco da Rocha).
Fase 3 – Amarela: Araraquara, Baixada Santista, GSP Leste (Guarulhos), GSP Oeste (Osasco), GSP Sudeste (ABC) , GSP Sudoeste (Taboão) e cidade de São Paulo.