Conheça o interior da creche atacada em Santa Catarina; veja fotos

Governador Jorginho Mello cancelou as aulas nas escolas na cidade de Blumenau pelos próximos dois dias e decretou luto oficial após a morte de quatro crianças na escola Cantinho Bom Pastor

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2023 17h48 - Atualizado em 06/04/2023 12h10
Lais Morais, Leandra Camera, Vinicius Bretzke, Anna Portella/Reuters creche Cantinho Bom Pastor (6) Área do playground onde o assassino escalou para ter acesso à unidade escolar

Um rapaz de 25 anos invadiu uma creche escolar chamada Cantinho Bom Pastor, localizada no bairro Velha, na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, nesta quarta-feira, 5, e matou quatro crianças – além de ferir outras cinco – através do uso de um machadinho. Após cometer o crime, o assassino se entregou à Polícia Militar e foi preso. As crianças que faleceram em decorrência do ataque tinham entre 4 e 7 anos de idade, de acordo com informações da Polícia Civil. Foram dois meninos de 4 anos, um de 5 anos e uma menina de 7 anos. O Corpo de Bombeiros afirmou que o agressor pulou o muro que dá acesso à escola e atacou as crianças com golpes na cabeça. Entre os cinco feridos, quatro foram levados ao Hospital Santo Antônio – sendo duas meninas de 5 anos, um menino de 5 anos e outro de 3 anos. Todos passaram por cirurgia e apresentam quadro estável de saúde. A outra criança ferida foi socorrida pela mãe ao Hospital Santa Isabel e o prefeito de Blumenau ressaltou que seus ferimentos foram leves. O secretário de Educação de Blumenau, Alexandre Matias, disse que a diretora da instituição de ensino informou que agora há uma pessoa exclusiva para liberar as crianças. “O muro tem uma altura considerável e mesmo todo esse aparato não foi suficiente para poder frear a ação desse monstro”, destacou. Em entrevista à Reuters, Mariana Gabriela, uma moradora local, lamentou o ocorrido. “A gente mora aqui na região. A gente tem filhos em escolas aqui perto, em creche. A gente se põe no lugar deles, como poderia ser os nossos filhos também. A gente espera que todo mundo traga um pouco de acalento aqui. Não é fácil. É bem difícil”, afirmou.

Confira as imagens da área interna da escola Cantinho Bom Pastor, alvo de um ataque:

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.