Coronel Alvaro Camilo: ‘A PM é a favor da democracia e agiu para restabelecer a ordem’

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2020 16h33
ReproduçãoSecretário executivo da PM, Alvaro Camilo

O secretário-executivo da Polícia Militar do Estado de São Paulo, coronel Alvaro Camilo, afirmou em entrevista à Jovem Pan, na tarde deste domingo (31) que a PM agiu para “restabelecer a ordem” durante confronto de manifestantes e torcidas organizadas na avenida Paulista nesta tarde.

No início da tarde deste domingo, torcidas organizadas estavam concentradas na Paulista e, de acordo com Camilo, a PM agiu para dispersão do ato após serem atingidos por pedras jogadas pelos manifestantes. Por volta das 16h30, os cruzamentos da avenida já estavam começando a ser liberados.

Os manifestantes, que entoavam palavras de ordem pró-democracia, estavam no sentido Consolação da avenida enquanto, no outro sentido, estavam apoiadores do governo do presidente Jair Bolsonaro.

“A PM é a favor da democracia, do cidadão de bem. Ali, o grupo que era apoiado por torcidas organizadas, se tornou mais agressivo e a PM manteve a ordem. Um dos grupos se tornou muito agressivo e queimou lixos, jogou pedras”, declarou.

O secretário afirmou que não há feridos após a ação da PM e, ao menos, três pessoas foram detidas durante o ato. “Não era o que gostaríamos de ver. Infelizmente esses grupos se encontraram no mesmo horário na Paulista e a PM teve um trabalho maior neste momento. A PM tem efetivo suficiente para manter a ordem. Devemos garantir a liberdade de expressão, mas a partir do momento em que se quebra a ordem, há necessidade de intervenção da PM”, disse o secretário.