Corpo de Bombeiros anuncia retomada das buscas em Brumadinho

11 pessoas seguem desaparecidas em acidente que vitimou 259

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2020 17h35
Antonio Lacerda/EFEBuscas em Brumadinho serão retomadas após pausa pela Covid-19

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) anunciou a retomada das buscas na cidade de Brumadinho (MG) para o dia 27 de agosto. Em janeiro de 2019 uma barragem da Vale se rompeu no Código do Feijão, deixando 259 mortos e 11 desaparecidos.Os trabalhos para tentar encontrar os corpos foram interrompidos no dia 21 de março em função da pandemia do novo coronavírus. A operação vai contar com 60 militares, que seguirão procurando no perímetro da tragédia, seguindo um protocolo que foi definido com medidas específicas. Não poderão fazer as buscas, militares que fazem parte do grupo de risco (idosos e portadores de doenças crônicas).

Todos os que foram indicados para a missão deverão fazer exame de Covid-19 antes. Apenas os que tiverem a comprovação do diagnóstico negativo confirmado pelo teste laboratorial poderão integrar o grupo. Também será preciso fazer exames da presença de metais pesados que afetou muitos socorristas durante o resgate em 2019. Durante a operação haverá medição constante de temperatura. Pessoas com mais de 37,8º serão considerados suspeitos. Será obrigatório o uso de óculos de proteção e máscaras em todo o momento, incluindo dentro dos veículos. A higienização com água ou sabão ou álcool gel 70% deverá ocorrer a cada duas horas.

O uso dos Equipamentos de Proteção Individual também é outra exigência. Esses deverão também ser higienizados com álcool gel 70%. Os veículos com equipes devem ter lotação reduzida e não usar ar condicionado, abrindo janelas para aproveitar a ventilação natural. Antes e depois de deslocamento, os veículos devem ser higienizados com álcool em gel. Nos espaços de alimentação e dormitórios, o protocolo prevê medidas para evitar a aglomeração de pessoas, como limitação de lotação, distanciamento mínimo entre camas, mesas e cadeiras. Quem apresentar sintomas de resfriado, gripe ou da Covid-19 (como febre, perda de olfato e de paladar, tosse, congestão nasal e falta de ar) deve procurar o atendimento de saúde nas unidades do local.

*Com Agência Brasil