Covas publica decreto que prorroga quarentena em São Paulo até 15 de junho

  • Por Jovem Pan
  • 30/05/2020 16h58
EFE/Fernando Bizerra JrCovid-19: Isolamento social ajuda no combate ao vírus

Por meio de decreto publicado neste sábado (30), a Prefeitura de São Paulo determinou que o esquema de quarentena para evitar a disseminação da Covid-19 continua até o dia 15 deste mês.

Durante a semana, o governador paulista, João Doria, havia estabelecido um cronograma de reabertura gradual, que começa na próxima segunda-feira (1º). Por esse cronograma, a capital já poderia ter a reabertura de alguns estabelecimentos com restrições.

“A quarentena continua na cidade de São Paulo”, afirmou o prefeito Bruno Covas, no site da Prefeitura.

“A partir de segunda-feira, começamos receber as propostas setoriais de atividades imobiliária, escritórios, comércio, shoppings e concessionárias de veículos. Elas devem atender o disposto no decreto, que terão de ser referendadas pela vigilância sanitária do município e assinadas antes da retomada das atividades”, explicou ele.

Segundo a Prefeitura, as propostas terão que apresentar itens como protocolo de distanciamento, higiene e sanitarização de ambientes, orientação de clientes e funcionários, compromisso de testagem dos colaboradores, horários alternativos e sistema de agendamento para atendimento, além de um esquema para trabalhadores que não tenham quem cuide de seus dependentes.

As propostas serão encaminhadas para fiscalização pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa). Em caso de aprovação, será celebrado um termo de compromisso com as entidades de cada setor e as empresas poderão retomar o atendimento presencial.

*Com informações do Estadão Conteúdo