Covas diz que 78 médicos brasileiros vão substituir cubanos em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2018 12h18
Matheus Meirelles/Jovem PanO prefeito Bruno Covas inaugurou nesta quarta-feira uma Unidade Básica de Saúde (UBS)

O prefeito Bruno Covas (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (28) que 78 médicos vão substituir os profissionais cubanos que tiveram de deixar o Brasil depois que Cuba anunciou a saída do programa Mais Médicos. Eles vão começar a atuar a partir da próxima terça-feira no município de São Paulo.

Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), pelo menos 1.307 médicos cubanos já voltaram para o seu país. Ao todo, 8,3 mil profissionais da ilha trabalhavam no Brasil.

O governo brasileiro abriu um edital no qual foram oferecidas 8.517 vagas. Participaram da seleção médicos com diploma no Brasil. Eles têm ate o dia 3 de dezembro para se apresentar nas cidades selecionadas e ate dia 7, para começar a trabalhar.

Nesta segunda-feira (26), 224 profissionais se apresentaram, de acordo com o Ministério da Saúde.

Inauguração de UBS

O prefeito Bruno Covas inaugurou nesta quarta-feira uma Unidade Básica de Saúde (UBS), na Vila Ema, zona leste da cidade de São Paulo. De acordo com ele, a unidade era uma reivindicação de mais de vinte anos, que teve investimento de R$ 4 milhões.

Com informações da repórter Nicole Fusco.