Covid-19: Ministério da Saúde anuncia envio de mais 300 mil vacinas para o Maranhão

Neste domingo, 23, o governo federal também entregou 600 mil testes rápidos para São Luís; medidas visam conter a variante indiana no país

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2021 21h54 - Atualizado em 23/05/2021 21h56
Imagem: Reprodução/Twitter @minsaudeMaranhão confirmou os primeiros casos da B.1.617 neste final de semana

O Ministério da Saúde anunciou neste domingo, 23, que o Maranhão deve receber cerca de 300 mil novas doses das vacinas Pfizer e AstraZeneca contra a Covid-19. O número supera em 5% a quantidade prevista pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) . O comunicado foi feito pelo titular da pasta, Marcelo Queiroga, durante sua passagem em São Luís nesta tarde. O ministro esteve na capital maranhense para entregar 600 mil testes rápidos de Covid-19. As duas ações possuem o objetivo conter o alastramento da variante indiana pelo país. O Maranhão confirmou os primeiros casos da B.1.617 nos últimos dias.

De acordo com a fala de Queiroga, o pedido por mais vacinas foi feito pelo governo municipal após a confirmação de casos da nova cepa na região. Todos os imunizantes anunciados serão destinados à Grande Ilha de São Luís. “Nós todos estamos atentos à variante indiana, para que a cepa não tenha uma transmissão comunitária. Foi muito justo o  pedido do prefeito Eduardo Braide para ampliar a cobertura de vacinas na Grande Ilha. Por isso, ele foi acatado pelo Programa Nacional de Imunização. Nós teremos 5% a mais de vacinas, o que equivale a cerca de 300 mil doses nesse primeiro momento”, disse o ministro. Com relação à entrega dos testes rápidos, o ministro afirmou que os exames serão aplicados em lugares estratégicos do estado, como aeroportos e portos. No total, o governo federal ainda pretende distribuir 2,4 milhões de testes para todo o país.