DF: Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em chácara de grupo extremista

  • Por Jovem Pan
  • 21/06/2020 10h11
PCDF/Divulgação

A Polícia Civil do Distrito Federal cumpre mandados de busca e apreensão, neste domingo (21), em chácara ligada a grupo de extremistas que apoia o presidente Jair Bolsonaro. Os integrantes são investigados por porte de armas, ameaças e milícia privada.

A ação, que teve policiais da Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor). apreender fogos de artifício, celulares, cartazes, um facão, um cofre, anotações de planejamento de atos e mais materiais.

Segundo o G1, a operação aconteve em chácara em Vicente Pires. Lá, duas casas eram usadas como base de apoio do grupo. Investigadores encontraram barracas instaladas no endereço.

Sara Winter

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou por cinco dias a prisão temporária da extremista Sara Giromini, tida como líder do grupo, e mais quatro integrantes do “300 do Brasil”.

A continuidade das detenções foi um pedido da Polícia Federal porque ainda está sendo feita a análise dos materiais apreendidos junto ao grupo. Sara foi detida pela PF na segunda-feira (15), no âmbito do inquérito sobre organização e financiamento de atos antidemocráticos. Um sexto envolvido está foragido.