Em Roraima, leitos de UTI para pacientes com Covid-19 chegam ao limite

A situação também é crítica nos leitos clínicos comuns para adultos infectados pelo novo coronavírus; estado registrou 204 novas infecções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2021 17h44 - Atualizado em 06/02/2021 17h45
EDMAR BARROS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 14/01/2021Amazonas, Rondônia e Pará também enfrentam graves problemas no combate à pandemia do novo coronavírus

A Secretaria de Saúde de Roraima informou que dos 62 leitos de unidade de terapia intensiva exclusivos para pacientes com Covid-19, apenas um estava vago nesta sexta-feira, 5. O sistema de saúde também está chegando ao limite no que diz respeito aos leitos clínicos comuns para adultos infectados pelo novo coronavírus. Na capital Boa Vista, o Pronto Atendimento Doutor Airton Rocha estava totalmente ocupado, enquanto o Hospital Geral de Roraima tinha somente três dos seus 159 leitos clínicos disponíveis. A situação só era mais tranquila no Hospital Estadual de Retaguarda, que dispunha de 95 vagas de um total de 120. Nas últimas 24 horas, o estado registrou 204 novos casos de Covid-19 e 10 mortes causadas pela doença.

Outros três estados da região Norte do BrasilAmazonas, Rondônia e Pará – enfrentam graves problemas no combate à pandemia do novo coronavírus. No Amazonas, algumas pessoas morreram devido à falta de oxigênio medicinal para tratamento de pacientes com Covid-19. Em todos os três houve ainda necessidade de transferência de pacientes para outros estado para evitar o colapso no sistema de saúde dos municípios menores.

*Com informações do Estadão Conteúdo