Esposa de Queiroz tem cinco dias úteis para instalar tornozeleira

Márcia Aguiar se apresentou à polícia e já cumpre prisão domiciliar com o marido, ex-assessor de Flávio Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 11/07/2020 13h24
Reprodução/InstagramMárcia Aguiar cumpre prisão domiciliar

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que Márcia Aguiar, esposa do ex-assessor de Flávio Bolsonaro Fabrício Queiroz, tem cinco dias úteis após notificação feita pela Justiça para se apresentar à Secretaria e instalar a tornozeleira eletrônica, conforme decisão judicial. Ela estava foragida desde 18 de junho, quando foi decretada a prisão do marido. Na quinta-feira (9), o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, concedeu prisão domiciliar a Queiroz, com o uso de tornozeleira eletrônica, e estendeu o benefício à esposa, para que cuidasse do prisioneiro em casa. Márcia se apresentou à polícia e já cumpre prisão domiciliar com o ex-assessor, segundo a defesa dela.

Assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro à época em que o filho do presidente Jair Bolsonaro era deputado estadual no Rio, Queiroz é investigado em suposto esquema de rachadinha no gabinete de Flávio. Ele havia sido preso no mês passado em Atibaia, no interior de São Paulo, em endereço ligado a Frederick Wassef, então advogado do hoje senador. Para fundamentar o pedido de prisão domiciliar, a defesa de Queiroz citou o estado de saúde do ex-assessor parlamentar e o contexto de pandemia do novo coronavírus, além de criticar o próprio pedido de prisão.

*Com Estadão Conteúdo