Estado de SP bate recorde de novos casos de Covid-19 pelo 3º dia seguido

Os números foram divulgados na mesma coletiva de imprensa em que o governo anunciou que a capital vai avançar para a fase amarela de flexibilização da quarentena

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2020 15h19 - Atualizado em 26/06/2020 15h22
Ananda Migliano/Estadão ConteúdoConsumidores usam máscara nas imediações da Rua 25 de Março, área de comércio popular no centro de São Paulo

O Estado de São Paulo chegou a 258.508 casos confirmados de infecções pelo novo coronavírus na contagem anunciada nesta sexta-feira, 26, pelo secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann. Nas últimas 24 horas, foram 9.921 diagnósticos a mais, o que representa a terceira quebra de recorde seguida. O maior número de casos registrados em um dia tinha ocorrido na última quarta, 24, com 9.347 infectados. Depois, o valor foi superado na quinta-feira, 25, com 9.765 confirmações em 24 horas.

Já as mortes por Covid-19 em São Paulo chegaram a 13.966, um aumento de 207 óbitos em relação ao dia anterior. Na última quinta-feira, foram 407 óbitos registrados pela doença.

As novas confirmações informadas não significam, necessariamente, que as mortes e casos aconteceram de um dia para o outro, e sim que foram contabilizadas no sistema neste período.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado se manteve estável, em 65,4%. Já na Grande São Paulo, o índice caiu ligeiramente, de 67,9% para 67,7%.

Em todo o estado de São Paulo, há 13.940 pacientes internados com sintomas de Covid-19, sendo 5.666 na UTI e 8.274 em enfermaria. Na última quinta, eram 13.977 internações, sendo 5.608 em UTIs e 8.369 em enfermarias.

Flexibilização

O novo recorde de mortes por Covid-19 registradas em 24 horas ocorreu no mesmo dia em que o governo de São Paulo anunciou que a capital vai avançar para a fase amarela de flexibilização da quarentena no dia 6 de julho. A partir desta data, a cidade poderá reabrir bares, restaurantes e salões de beleza.

*Com informações do Estadão Conteúdo