Farmacêutica protocola pedido de uso emergencial da vacina Sputnik V

Previsão da empresa é disponibilizar 10 milhões de doses do imunizante no primeiro trimestre de 2021

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2021 23h22 - Atualizado em 15/01/2021 23h23
EFE/EPA/RDIFImunizante foi o primeiro a ser registrado no mundo

A farmacêutica União Química e o Fundo de Investimentos Diretos da Rússia protocolaram o pedido de uso emergencial da vacina Sputnik V contra a Covid-19. O pedido foi feito junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta sexta-feira, 15, e solicita a utilização de 10 milhões de doses do imunizante, que foi o primeiro a ser registrado no mundo. A empresa reiterou que, no primeiro trimestre de 2021, serão disponibilizadas 10 milhões de doses da vacina. A produção será feita nas fábricas de Brasília e Guarulhos, através de um acordo de transferência de tecnologia. Com isso, a Sputnik V se junta à Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan e pela Sinovac, e à Vacina da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca, que aguardam a definição da Anvisa, que tomará a decisão sobre o uso emergencial no próximo domingo, 17.