FHC rebate Roberto Jefferson e nega complô com Maia para ‘derrubar’ Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2020 15h50 - Atualizado em 21/04/2020 15h59
Hélvio Romero/Estadão ConteúdoO atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso respondeu ao ex-deputado federal Roberto Jefferson, que, em entrevistas concedidas na última segunda-feira (20), acusou-o de ser “o maestro” de um suposto orquestramento contra o presidente da República Jair Bolsonaro.

Segundo Jefferson, FHC estaria coadunado com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, e com os governadores João Doria (PSDB-SP) e Wilson Witzel (PSC-RJ) para tocar adiante um impeachment de Bolsonaro.

“Um ex-deputado fala em complô meu com Maia e Doria para derrubar Bolsonaro. Nada mais errado: não quero tal. Melhor ter paciência histórica. Respeito o voto popular. Discordar é normal, sem derrubadas. Coesão contra o vírus, é preciso. Não intrigas”, escreveu o ex-presidente em sua conta no Twitter, sem citar nominalmente Roberto Jefferson.

*Com informações do Estadão Conteúdo