Figurinhas carimbadas: veja os políticos que têm mais ministérios na carreira

  • Por Amanda Garcia e Ana Cichon/JP
  • 03/10/2015 12h09
Montagem/Folhapress/Agência Brasil Berzoini

A reforma ministerial anunciada por Dilma na última sexta-feira (2), entre cortes e remanejamento de cargos, também trouxe à tona o fato de que, apesar das mudanças, os que ocupam os ministérios, em grande parte, já são velhos conhecidos do poder executivo.

Na dança das cadeiras, figurinhas carimbadas da política (e, mais especificamente, dos ministérios) apareceram mais uma vez em novas pastas. Ricardo Berzoini, o recordista absoluto, ao assumir a Secretaria de Governo, chega à marca incrível de 5º cargo de ministro em sua carreira.

Atrás de Berzoini, Jaques Wagner e Aldo Rebelo completam o pódio com quatro ministérios cada um.

Para o professor de pós-graduação da Fundação Escola de Sociologia e Política Jairo Pimentel, a explicação para as escolhas recorrentes é bem simples: poder. “As personalidades [que assumem os ministérios] têm maior poder dentro do partido. São escolhidos não por capacidade técnica, mas por política das legendas”, explicou.

Evidentemente, isso cria problemas para o andamento dos ministérios. “O ministro chega sem nenhum conhecimento da pasta, até aprender, leva tempo”, reforçou Pimentel. Segundo ele, a liderança do PT visa atribuir cargos tendo em vista “a amizade e até gratidão” para nomes como Berzoini e Mercadante.

A Jovem Pan Online, pensando nisso, separou todos os políticos que já fizeram parte do “repeteco”, com ao menos três pastas diferentes cada um. Confira abaixo:

Quem ocupou 5 Ministérios

Ricardo Berzoini (PT)

Secretaria de Governo (2015 – atual)

Ministro das Comunicações (2015)

Ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais (2014)

Ministro do Trabalho e Emprego (2004 – 2005)

Ministro da Previdência Social (2003 – 2004)

Quem ocupou 4 Ministérios

Jaques Wagner (PT)

Ministro da Casa Civil (2015 – atual)

Ministro da Defesa do Brasil (2015)

Ministro da Secretaria de Relações Institucionais do Brasil (2005 – 2006)

Ministro do Trabalho e Emprego do Brasil (2003 –2004)

Aldo Rebelo (PCdoB)

Ministro da Defesa (2015 – atual)

Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (2015)

Ministro dos Esportes (2011)

Ministro-chefe da Secretaria da Coordenação Política e Relações Institucionais (2004 – 2005)

Quem ocupou 3 Ministérios

Francisco Dornelles (PP)

Ministro do Trabalho do Brasil (1999 – 2002)

Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (1996 – 1998)

Ministro da Fazenda (1985)

Aloizio Mercadante (PT)

Ministro Chefe da Casa Civil (2014 –2015)

Ministro da Educação – 2015 (2012 – 2014)

Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (2011 – 2012)

Tarso Genro (PT)

Ministro da Justiça (2007 – 2010)

Ministro das Relações Institucionais (2006 – 2007)

Ministro da Educação (2004 – 2005)

Marcus Vinícius Pratini de Moraes (PPB)

Ministro da Agricultura e Abastecimento do Brasil (1999 – 2003)

Ministro de Minas e Energia do Brasil (1992)

Ministro da Indústria e Comércio do Brasil (1970 – 1974)

Ideli Salvatti (PT)

Ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos (2014–2015)

Ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais (2011–2014)

Ministra da Pesca e Aquicultura (2011)

Pedro Parente 

Ministro chefe da Casa Civil (2003)

Ministro de Minas e Energia do Brasil (2002)

Ministro do Planejamento do Brasil (1999)

Francisco Dornelles (PP)

Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil (1999 — 2002)

Ministro da Indústria, do Comércio e do Turismo (1996 — 1998)

Ministro da Fazenda (1985)